BLOG - Prof. Vinicius

ANÁLISE DO LIVRO “EDUCAÇÃO, CONVIVÊNCIA E ÉTICA”, DE MARIO SERGIO CORTELLA

ANÁLISE DO LIVRO “EDUCAÇÃO, CONVIVÊNCIA E ÉTICA”, DE MARIO SERGIO CORTELLA

- por:

 

Nesse podcast, os professores Vinícius Reccanello e Mércia Vasconcelos analisam o tema ética a partir da obra de Cortella.

 

TEXTO BASE

 

ÉTICA → Diz respeito ao nosso cotidiano → Ética não é só coisa de filósofo, mas é coisa de estudante, açougueiro, faxineira, político, padre, pastor, pai de santo, enfim, todos os seres humanos → Busca a reflexão sobre o modo de ser, agir, sobre  o caráter. (reflexão interna)

 

Ética →  reflexões sobre condutas do nosso dia a dia → variadas – profissional, familiar, esportiva, etc. Não nascemos prontos → a formação ética vai se lapidando nas relações humanas.

 

Atitudes corriqueiras: Jogar lixo no chão/ Colar na prova/ Não devolver o troco/ Skygato/ Não dar nota fiscal/ Furar fila/ Atestado médico falso/ Aceitar o troco errado/ piscar o farol quando vê a polícia.

 

Ética → a partir das relações – as reflexões sobre mim devem ter, NECESSARIAMENTE, o outro como referência/ ponto de partida. Ética será sempre na relação. Não existe Ética universal, que valha para todos, em todo tempo e lugar.

Ética é convivência – casa, escola, trabalho, cidade, estado, país,  vida social, planeta.

 

Ética/Moral → Valores HUMANOS que devem sustentar, estruturar a conduta das pessoas para o bem comum → Desenvolver a vida.

 

Ética não é sinônimo de lei → a lei é “posta no papel”.

Ética = concepção e prática

 

O que você faz quando ninguém te vê fazendo ou o que você queria fazer se ninguém pudesse te ver – Capital Inicial

 

Origem → ethos – caráter, modo de ser.

Mário Sérgio Cortella – Ethos é a morada do ser humano, o nosso lugar, o que nos dá origem.

A morada do ser precisa de sustentação – precisa ser inteira, correta, justa, honesta = INTEGRIDADE.

 

MORAL → Os romanos traduziram para  o latim = mor → costume/hábito → Obediência aos costumes, mandamentos culturais, hierárquico, religiosos – fundamenta um modo de viver. (reflexão externa e interna). “Andar na linha” → regras de convivência.

 

Comportamento humano – construído histórica e socialmente nas relações coletivas →  valores de convivência → Bons costumes, princípios estabelecidos pela sociedade para permitirem a vida comum.

 

O pensamento ético (conjunto de princípios e valores) se materializa nos atos morais (atos praticados segundo a concepção ética).

 

Encontro um celular na rua – o que não é meu, não é meu. Devolvo. O ato de devolver foi moral (prática), baseado em um princípio ético (reflexão de como agir).

 

RESPONSABILIDADE → Ética envolve responsabilidade. Ética é convivência. Somos todos responsáveis por uma boa convivência social.

Responsabilidade – o outro é o outro eu.

Não temos esse olhar, por conta do individualismo que se alastrou no mundo. Preocupamo-nos somente com o EU, e esquecemos do nós → Acomodação/ alienação. “O hábito transforma em regra aquilo que não deveria ser daquele modo E nós acabamos nos distraindo.”

Transformação do comum em normal → Por que você faz isso? Não sei, já faziam antes de mim e eu continuo.

Pessoas se rendem a um discurso e se acomodam, alienam → Gandhi – olho por olho, uma hora acabamos todos cegos.

 

Novo olhar – olhar positivo – AGREGAR → Agregar, somar, contribuir, cooperar. Produzir, reproduzir e desenvolver a vida humana em comunidade → Compromisso ético-crítico de transformar – libertar da opressão.

Modelos de herois – Marin Luther King, Mahatma Gandhi, Nelson Mandela, Madre Teresa de Calcutá.

 

SOLIDARIEDADE → No sentido de Responsabilidade. ATITUDE DE RESPONSABILIDADE. Compromisso ético-crítico de transformação da sociedade.

O outro não pode ser uma negatividade que “faz parte do sistema”.

Isso não é problema meu → O outro é o outro eu. Eu sou responsável por ele.

 

LIBERDADE → Eu posso escolher a forma como agir. Quais critérios e valores escolher. Eu decido a minha conduta = Quais são os critérios e valores que eu uso para me conduzir na vida concreta/coletiva.

Estruturar a convivência de modo a agir eticamente → liberdade.

Minha liberdade termina onde começa a liberdade do outro.

 

ÉTICA NA ESCOLA – Papel da Escola  → Lugar estruturado de educação intencional – metódica – influência. Mídia, família, escola = juntas.

 

A postura da escola → problema ético → Comprometimento com a conscientização da situação grave. Ultrapassar o mundo dos conteúdos e alcançar o mundo da política. Comprometimento com a sociedade → Formação ética → É necessário debater cidadania na escola, debater política.

 

Utilitarismo, individualismo, interesse, competição para integração, cooperação, soma.

A crise na escola não é crise, é um projeto. Darcy Ribeiro.  Escola: O que você ensina?Para que/quem serve o que se ensina?

 

Saber é poder – Bacon. Escola, o que você está fazendo com esse poder? A que poder você está servindo? O  que você está fazendo com o poder do saber?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat