Coordenador Pedagógico SME/SP

Concursos Públicos

Curso específico para o Concurso para o cargo de Coordenador Pedagógico SME/SP (Secretaria Municipal de Educação).

Complementação de Estudos

​Importante: os materiais em PDF podem ser baixados a cada aula. São os slides da própria aula. Já as vídeo-aulas podem ser assistidas quando e quantas vezes o candidato preferir durante o período de acesso, porém não podem ser baixadas. Também são postadas listas de exercícios com gabarito.

Conheça a plataforma de aulas

Check list

  • Aulas em vídeo, com 25 minutos em média, cada.
  • Tenha acesso a conteúdos atualizados, os quais são trabalhados a partir de vídeo-aulas com anotações PODEROSAS voltadas para concursos públicos.
  • Assista ao curso no conforto da sua casa, sem longos trajetos, despesas extras, deslocamentos perigosos, horas fora de casa, etc.
  • Acesse o curso de computadores desktop, notebooks, tablets e celulares.
  • Pague um valor JUSTO para ter REAIS CHANCES de ser aprovado(a) no seu concurso.
  • Durante o período de acesso, assista aos vídeos quando e quantas vezes quiser.
QUER SE DESTACAR NOS CONCURSOS? ASSINE JÁ

Metodologia e Materiais do curso

  • Vídeo-Aulas

    Você terá acesso a vídeos com os mais variados conteúdos sobre educação. Desde legislação até livros de autores renomados. Tudo devidamente apresentado para facilitar os seus estudos e te levar conhecimento.

  • Anotações

    O grande diferencial do curso são as anotações. Você terá PODEROSAS ANOTAÇÕES nas aulas, as quais lhe ajudarão a visualizar o conteúdo com facilidade, compreendê-lo melhor, bem como memorizá-lo de forma mais rápida.

  • Outros materiais

    Além disso, você poderá baixar os materiais em PDF das aulas, além de SIMULADOS montados com base em provas de concursos.

Conteúdos

São postadas novas aulas, conteúdos e listas de exercícios semanalmente

  • Publicações Institucionais

    BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Ensino fundamental de 9 anos: orientações para a inclusão da criança de 6 anos de idade. Brasília, 2007. BRASIL. Ministério da Educação. SEESP. Acessibilidade arquitetônica. In: BRASIL. Ministério da Educação. Atendimento educacional especializado: deficiência física. Brasília, 2007. p. 105 -108. ________. Inclusão escolar de alunos cegos e baixa visão. In________. Atendimento educacional especializado: deficiência visual. Brasília, 2007. p. 13 -27. CARVALHO, Marília Pinto de. O Fracasso escolar de meninos e meninas: articulações entre gênero e cor/raça. In: PISCITELLI, Adriana et al. (Org.). Olhares feministas. Brasília: Ministério da Educação; UNESCO, 2009. p. 307 - 339. SÃO PAULO (Cidade). Secretaria de Educação. Diretoria de Orientação Técnica. Caderno de orientações didáticas ler e escrever: tecnologias na educação. São Paulo, 2007. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Orientações curriculares: expectativas de aprendizagem para educação de jovens e adultos EJA. São Paulo, 2008. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Orientações curriculares: expectativas de aprendizagem para educação étnico-racial. São Paulo, 2008. p. 106 - 131. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Orientações curriculares: proposição de expectativas de aprendizagem - LIBRAS. São Paulo, 2008. p. 14 - 17. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Orientações didáticas: alfabetização e letramento - EJA e MOVA. São Paulo, 2008. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Referencial de expectativas para o desenvolvimento da competência leitora e escritora no ciclo II do ensino fundamental. São Paulo, 2006. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Referencial sobre avaliação da aprendizagem de alunos com necessidades educacionais especiais. São Paulo, 2007. p. 28 - 33; p. 50 - 56. Disponível em: www.portaleducacao.prefeitura.sp.gov.br ________. Referencial sobre avaliação da aprendizagem na área da deficiência intelectual - RAADI. São Paulo, 2008. p. 10 - 34. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Toda força ao primeiro ano: contemplando as especificidades dos alunos surdos. São Paulo, 2007. p. 12 - 29. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped

  • Legislação

    Legislação Federal: ​ Constituição da República Federativa do Brasil – promulgada em 5 de outubro de 1988, Artigos 5°, 37 ao 41, 205 ao 214, 227 ao 229. Lei Federal n.° 8.069, de 13/07/90 - Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, Artigos 53 a 59 e 136 a 137. Lei Federal n.° 9.394, de 20/12/96 - Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei Federal nº 10.172, de 09/01/01 - Aprova o Plano Nacional de Educação. Lei Federal 10.436, de 24/04/02 - Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS. Lei Federal nº 10.793, de 01/12/03 - Altera a redação do art. 26, § 3º, e do art. 92 da Lei 9.394/96, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei Federal nº 11.114, de 16/05/05 - Altera os artigos 6º, 30, 32 e 87 da Lei 9.394/96, com o objetivo de tornar obrigatório o início do ensino fundamental aos seis anos de idade. Lei Federal nº 11.274, de 06/02/06 - Altera a redação dos artigos 29, 30, 32 e 87 da Lei nº 9.394/96, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, dispondo sobre a duração de 9 (nove) anos para o ensino fundamental, com matrícula obrigatória a partir dos 6 (seis) anos de idade. Lei Federal nº 11.645, de 10/03/08 - Altera a Lei 9.394/96, modificada pela Lei 10.639/03, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Lei Federal nº 11.494, de 20/06/07 que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB. Resolução CNE/CEB nº 03/98 - Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Resolução CNE/CEB n° 03/99 - Fixa Diretrizes Nacionais para o funcionamento das Escolas Indígenas. Resolução CNE/CP nº 01/04 - Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico - Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Resolução CNE/CEB nº 04/06 - Altera o Artigo 10 da Resolução CNE/CEB nº 03/98. Resolução CNE/CEB nº 05/09 – Fixa Diretrizes Curriculares Nacionais para Ed. Infantil Resolução CNE/CEB nº 03/10 – Define Diretrizes Operacionais para a Educação de Jovens e Adultos Resolução CNE/CEB nº 04/10 – Define Diretrizes Gerais para Educação Básica Resolução CNE/CEB nº 07/10 – Define Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Fundamental ​ Legislação Municipal: ​ Lei Orgânica do Município de São Paulo - Título VI, Capítulo 1, artigos 200 a 211. Lei nº 14.660, de 26/12/07 - Dispõe sobre as alterações das Leis nº 11.229/92, nº 11.434/93 e legislação subsequente, reorganiza os Quadros dos Profissionais de Educação, com as respectivas carreiras, criado pela Lei nº 11.434/93, e consolida o Estatuto dos Profissionais de Educação Municipal. Lei nº 14.715, de 08/04/08 - Altera dispositivos das Leis nº.s 9.480/82 e 10.224/86, as quais dispõem respectivamente sobre as carreiras de Agente Vistor, concede Gratificação por Desempenho de Atividade, instituída pela Lei 14.600/07 e Lei nº 14.660, de 26/12/07 - Artigos 7º a 17. Lei 13.304/02 - Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS. Decreto Municipal nº 45.415, de 18/10/04 - Estabelece Diretrizes para a Política de Atendimento às Crianças, Adolescentes, Jovens e Adultos com Necessidades Educacionais Especiais no Sistema Municipal de Ensino. Decreto Municipal nº 51.778 - Institui a política de atendimento de educação Especial, por meio do Programa INCLUI, no âmbito da Secretaria Municipal de Educação. Deliberação CME nº 03/06 - Dispõe sobre o Ensino Fundamental de nove anos no Sistema Municipal de Ensino de São Paulo. Indicação CME nº 07/06 - Ensino Fundamental de 9 (nove) anos. Observação: Na legislação indicada, devem ser incorporadas as alterações supervenientes.

  • Livros e artigos

    1. Gestão Escolar a) Projeto pedagógico PERRENOUD, Phillipe. Ensinar: agir na urgência, decidir na incerteza. Porto Alegre: Artmed, 2001. cap. 5. THURLER, Mônica Gather. Inovar no interior da escola. Porto Alegre: Artmed, 2001. cap. 2 e 4. b) Unidade Educacional como espaço de formação PERRENOUD, Philippe et al. (Orgs.). Formando professores profissionais: quais estratégias? Quais competências? Porto Alegre: Artmed, 2001. cap. 9. PIMENTA, Selma G.; GHEDIN, Evandro (Orgs.). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2002. Parte I: cap.1 - 3. c) Processo de Avaliação HADJI, Charles. Avaliação desmistificada. Porto Alegre: Artmed, 2001. HOFFMANN, Jussara. Avaliar: respeitar primeiro, educar depois. Porto Alegre: Mediação, 2008. OLIVEIRA, Romualdo. Avaliações externas podem auxiliar o trabalho pedagógico da escola? In: EDUCAÇÃO: fazer e aprender na cidade de São Paulo. São Paulo: Fundação Padre Anchieta, 2008. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped d) Educação e as Novas Tecnologias COLL, Cesar; MONEREO, Carles. Psicologia da educação virtual. Porto Alegre: Artmed, 2010. cap. 1, 5. LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999. cap. 1, 8 e 10. e) O cotidiano escolar COELHO, Maria Inês de Matos; COSTA, Anna Edith Bellico (Org.). A Educação e a formação humana: tensões e desafios na contemporaneidade. Porto Alegre: Artmed, 2009. cap. 1. ​ 2. Currículos e Programas ​ a) Saberes e práticas FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2000. b) Desenvolvimento da competência leitora COLOMER, Teresa; CAMPS, Anna. Ensinar a ler, ensinar a compreender. Porto Alegre: Artmed, 2002. cap. 2 - 4. LERNER, Délia. Ler e escrever na escola: o real, o possível e o necessário. Porto Alegre: Artmed, 2002. c) Concepção sobre os processos de desenvolvimento e aprendizagem COLL, Cesar. Aprendizagem escolar e construção de conhecimento. Porto Alegre: Artmed, 1994. cap. 5 - 6. OLIVEIRA, Marta Kohl. Jovens e adultos como sujeitos de conhecimento e aprendizagem. Revista Brasileira de Educação, n. 12, p. 59 - 73, 1999. d) Organização dos conteúdos de aprendizagem ZABALA, Antoni. Enfoque globalizador e pensamento complexo: uma proposta para o currículo escolar. Porto Alegre: Artmed, 2002. cap. 1 - 3. e) Educação básica FREITAS, Luiz Carlos de. Ciclos, seriação e avaliação: confronto de lógicas. São Paulo: Moderna, 2003. SCHEIBEL, Maria Fani; LEHENBAUER, Silvana. Saberes e singularidades na educação de jovens e adultos. São Paulo: Mediação, 2008. cap. 1, 2, 4 e 9. ​ 3. Educação e sociedade ​ a) Sociedade educação e culturas ALARCÃO, Isabel. Escola, reflexiva e nova racionalidade. Porto Alegre: Artmed, 2001. cap. 1. HARGREAVES. Andy. O Ensino na sociedade do conhecimento: educação na era da insegurança. Porto Alegre: Artmed, 2004. cap. 1, 2 e 5. b) Cidadania no mundo globalizado PERRENOUD, Phillipe. Escola e cidadania. Porto Alegre: Artmed, 2005. cap. 1 e 4.

  • Conhecimentos Específicos

    Currículos e programas ​ a) Saberes e práticas voltados para o desenvolvimento de competências afetivas, sociais e culturais/Escola Currículo e diversidade/ Concepção sobre os processos de desenvolvimento e aprendizagem BARBOSA, Maria Carmen S. Por amor e por força: rotinas na educação infantil. Porto Alegre: Artmed, 2006. cap. 7 - 9. CAMPS, Ana. Propostas didáticas para aprender a escrever. Porto Alegre: Artmed, 2006. cap. 1 - 3. FERREIRO, Emilia. Reflexões sobre alfabetização. São Paulo. Cortez, 2001. OLIVEIRA, Zilma Ramos de. Educação infantil: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2007. cap. 9. OSTETTO, Luciana E. (Org.). Educação infantil: saberes e fazeres da formação de professores. Campinas: Papirus, 2008. cap. 2 - 5. PARRA, Cecília. et al. Didática da matemática: reflexões psicopedagógicas. Porto Alegre: Artmed, 1996. cap. 5 - 7. SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. 6ª ed. Porto Alegre: Artmed,1998. WEISZ, Telma. O Diálogo entre o ensino e a aprendizagem. São Paulo: Ática, 2002. b) Organização dos conteúdos de aprendizagem SÃO PAULO (Cidade). Secretaria de Educação. Diretoria de Orientação Técnica. Guia de planejamento do professor e orientações didáticas para o professor do 2°ano do ciclo l. São Paulo, 2007. v.1 - 2. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. As Mídias no universo infantil: um diálogo possível. São Paulo, 2008. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Orientações curriculares: proposição de expectativas de aprendizagem do ensino fundamental; ciclo I. São Paulo, 2007. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped _________. Orientações curriculares: proposição de expectativas de aprendizagem do ensino fundamental; ciclo II. (Matemática, Língua Portuguesa, História, Geografia, Ciências, Artes, Inglês e Educação Física). São Paulo, 2007. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Orientações curriculares: proposições de expectativas de aprendizagens e orientações didáticas para a educação infantil. São Paulo, 2007. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Orientações curriculares: proposições de expectativas de aprendizagem língua portuguesa para pessoa surda. São Paulo, 2008. p. 14 - 6. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Projeto intensivo no ciclo I: material do professor. São Paulo, 2006. v. 1 - 3. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Projeto toda força ao primeiro ano: guia para o planejamento do professor alfabetizador; orientações para o planejamento e avaliação do trabalho com o 1° ano do ensino fundamental. São Paulo, 2006. v. 1 - 3. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. A Rede em rede a formação continuada na educação infantil: fase 1. São Paulo, 2007. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped ________. Tempos e espaços para a infância e suas linguagens nos CEIs, creches e EMEIs da cidade de São Paulo. São Paulo, 2006. Disponível em: www.portalsme.prefeitura.sp.gov.br/projetos/bibliped

Preço inicial de R$ 210,00

Boleto Bancário ou em 12 x de R$ 20,46. Juros do parcelamento: 2.49% a.m

Acesso até a data da prova.

QUERO COMPRAR ESTE CURSO!